ATUAÇÕES

 

O projeto concretiza-se em quatro eixos principais:

organização da Rede de termalismo transfronteiriço

Este primeiro eixo, chave para o desenvolvimento do conjunto do projeto, consistirá na dotação de estrutura fixa para a promoção turística da zona em relação com o termalismo. Deste modo, estão previstas as seguintes ações:

  • Associação de Vilas Termais da RAIA TERMAL
  • Integração em foros e iniciativas de valor para o setor termal

Recuperação ambiental e posta em valor de habitats naturais de espaços termais

Uma das principais fontes de atração turística da Raia Termal é o património natural do que dispõe, de maneira que para assegurar o sucesso da sua promoção como destino termal é imprescindível cuidar a estética dos espaços. Por isso, este eixo visa, em primeiro lugar, recuperar espaços fluviais com águas residuais e, em um segundo lugar, restaurar e acondicionar a natureza nos espaços termais para atingir uma maior qualidade turística e de lazer. Assim, haverá dois tipos de atuações:

  • Recuperação de espaços fluviais com águas residuais em espaços termais
  • Acondicionamento de percursos pedestres e ribeiras de rios em espaços termais

Valorização e recuperação de infraestruturas e elementos patrimoniais termais: Termas e Poças

Considera-se imprescindível pôr em valor o meio natural como um fator chave em termos ambientais e estéticos, bem como também os edifícios ou instalações termais que precisam uma reabilitação ou a sua construção. Este eixo está centrado nas ações que visam pôr em valor recursos termais (poças, termas, etc.) e a recuperação de elementos patrimoniais associados aos mesmos que permitam potenciar o turismo:

  • Modelo de gestão e exploração de termas e poças
  • Implementação do modelo de gestão e exploração aplicado a termas e poças
  • Recuperação e valorização de elementos patrimoniais para um turismo termal sustentável

Gestão conjunta e promoção de recursos e itinerários termais de fronteira

Está centrado completamente na promoção do destino termal partindo do âmbito nacional dos dois Estados até o mais amplo espaço internacional. Para isso, estão previstas uma série de ações que visam potenciar a gestão coordenada de recursos, serviços e itinerários turísticos termais bem como a comercialização e promoção conjunta do destino termal transfronteiriço:

  • Articulação da oferta turística e criação de produtos termais de fronteira
  • Programa conjunto de comercialização de produtos termais