O Raia Termal viaja de autocarro

O autocarro terá um posto de turismo digital e aqueles que o visitarem poderão também contratar serviços turísticos.

O Conselho Provincial apresentou ontem na Praça Bispo Cesáreo o autocarro que irá promover os valores e recursos dos mais de 200 quilómetros da Raia ourensana. Sob o nome de “Raia Termal en route”, a iniciativa percorrerá mais de 1.500 quilómetros e visitará mais de 25 pontos durante os próximos dez dias, incorporando como novidade um gabinete de turismo digital e a participação de estudantes universitários com bolsas de estudo no plano “Erasmus Rural”.

O presidente do Conselho Provincial, Manuel Baltar, disse que “para divulgar o nosso património, quando em tempos de pandemia e pós-pandemia como estes, as pessoas procuram bem-estar, desconexão e natureza, valores que temos na província de Ourense e Portugal”. No quadro do programa “Raia Termal”, financiado com fundos europeus, “o autocarro que parte hoje de Ourense permitir-nos-á valorizar o território e o seu património termal, aprofundando os laços históricos, culturais, sociais e naturais que temos entre Ourense e Portugal como cidades alemãs”.

Baltar acrescentou que o autocarro, inglês, vintage e adaptado, não só visitará os cinco municípios que integram o programa europeu – Lobios, Bande, Muíños, Cortegada, Melgaço e Terras de Bouro-, “mas viajará para outras capitais importantes como o Porto, Vigo, A Coruña ou Santiago de Compostela”. O passeio terminará em Ourense, coincidindo com a celebração de Termatalia.

No que respeita à iniciativa “Erasmus Rural”, um grupo de jovens bolseiros dos municípios envolvidos será responsável por dar explicações às questões colocadas durante as visitas efectuadas pelo autocarro. O presidente provincial salientou que estes sacos são “destinados aos jovens para estudar e divulgar o nosso território e os seus recursos, reforçando a atenção aos turistas. Mais de uma centena de jovens de ambos os sexos com menos de 35 anos criaram projectos de auto-emprego ou empresariais nas suas autarquias locais, ajudando a criar população, emprego e riqueza nas zonas rurais”.

O autocarro incorpora uma segunda novidade: um gabinete de turismo digital, que através de códigos QR permitirá descarregar de um mapa para uma colecção de postais e outros produtos culturais relacionados com o projecto. Mas o elemento digital mais importante reside na possibilidade de facilitar a transformação digital das empresas, permitindo aos viajantes reservar e comprar serviços na área transfronteiriça em linha.

O objectivo do projecto “Raia Termal” é valorizar as áreas naturais e promover o turismo termal de qualidade em diferentes áreas, favorecendo a actividade económica das cidades vizinhas de Ourense e do norte de Portugal.

 

Fonte: La Región