Apresentação do projeto Raia Termal em Termatalia

Apresentação do projeto Raia Termal em Termatalia

 

Recentemente foi aprovado o projeto “Raia Termal” apresentado dentro do Programa Operativo de Cooperação Transfronteiriça Espanha-Portugal (POCTEP) 2014-2020, sendo o objetivo  principal a conversão da zona transfronteiriça, que está unida aos trechos internacionais dos rios Miño e Limia, em referente de turismo termal, de natureza e cultural.

Este projeto contempla o desenho de uma oferta de itinerários e produtos excelsos com os que se pretende integrar o termalismo com os recursos naturais e culturais sócios a ambos lados da fronteira, com uma estratégia turística única e comum para todo o território. Encontra-se promovido por instituições espanholas como a Confederação Hidrográfica do Miño-Sil e Governo provincial de Ourense e instituições portuguesas como as Câmaras Autárquicas de Melgaço e Terras de Bouro. Com este projeto, as administrações de ambos países têm aunado esforços para tentar criar uma estrutura de gestão transfronteiriça com o fim de coordenar estratégias e ações de promoção e comercialização de um Destino Turístico Termal único.

Nos últimos anos, os municípios do âmbito de atuação do projeto como Bande, Cortegada, Lobios e Muiños, melhoraram as suas instalações balneares como de lazer. Como exemplo, construíram-se o novo balnear de Cortegada, inaugurado em 2015 e as novas piscinas termais em Bande, iniciando o caminho para a promoção turística dos seus recursos termais e de natureza.

Por sua vez, o Governo provincial de Ourense encontra-se liderando o Plano de Turismo Termal para a província de Ourense e o Programa Comboio Balneares, em colaboração com RENFE, para oferecer pacotes turísticos acessíveis. A Confederação Hidrográfica do Miño-Sil por sua vez, executou projetos que contribuem a dinamizar a economia unida ao uso da água nos municípios da sua demarcação.

Em Portugal, a Câmara Autárquica de Melgaço realizou melhorias nas infraestruturas das Termas do Peso, precisando novas atuações de melhoria no seu meio. Por outra parte, a Câmara Autárquica de Terras de Bouro potenciou e realizado atuações que melhoram a sua oferta turística baseada no termalismo, natureza e  etnografia do meio da Reserva da Biosfera Transfronteiriça GerêsXurés (RBTGX).

As administrações e a sua vinculação no projeto “Raia Termal”

Com o ânimo de manter e complementar a cultura unida às áreas termais e tendo em conta a existência de fundos europeus para a cooperação transfronteiriça, animou-nos a apresentar ao programa POCTEP uma candidatura que contou com o envolvimento e o esforço dos seus beneficiários, patentes na multidão de reuniões de preparação celebradas, incluída uma jornada organizada em Melgaço baixo o título, “Raia Termal: um destino dois Países”, e que obteve os seus frutos com a sua recente aprovação. Agora mesmo já estamos a dar os primeiros passos na execução do projeto.

Tendo em conta a complexidade de “Raia Termal“, o número de sócios e o enquadramento temporário de execução, que se estima em 36 meses, o projeto se situa nos 2,66 milhões de euros, dos quais um 75% será cofinanciado pelo Feder.
Este investimento pode-se dividir por eixos de atuação, e o verdadeiro é que, a um primeiro nível, tem uma grande importância o montante a empregar em bens/serviços imateriais mas sem esquecer das obras. Como exemplo de investimentos do primeiro tipo estão: a redação de um roteiro próprio para o impulso do termalismo na zona, a organização de um evento internacional sobre o tema, o desenho de um modelo de gestão e exploração de ?poças?, ou a definição de produtos turísticos transfronteiriços segmentados, em colaboração com os agentes da zona, que combinem alojamento e oferta complementar a ambos lados da fronteira.

Dentro das actuações projectadas podem-se citar, entre outras:

  1. Construção de um área de autocaravanas em Bande.
  2. Piscinas termales ao ar livre no meio do balneario de Cortegada.
  3. Construção um azud desmontable no rio Caldo, próximo do lado do balneario de Lobios.
  4. Criação de um parque fitness nas Termas de Melgaço.
  5. Construção de caminhos na zona de O Corgo – Muiños.
  6. Recuperação, melhora e acondicionamiento da ribera do rio Gerês a seu passo pela Vila do Gerês (Terras de Bouro).

 

As Administrações implicadas no projeto “Raia Termal” somos conscientes de que o esforço comum nos faz mais fortes e consideramos que este é o caminho para conseguir um geoespacio transfronteiriço de referência, por isso, seguiremos trabalhando sem escatimar esforços para a posta em valor dos nossos recursos termais e de natureza

A apresentação do projeto terá local na quinta-feira 21 às 11.15 h. no enquadramento do Encontro Internacional de Cidades e Vilas termais.